Novos trabalhos vem aí!

Fique de olho no site ou acompanhe as redes sociais (o Instagram é sempre o mais fofoqueiro da relação) e não perca os lançamentos de dois novos romances que ocorrerão ainda este ano!

 

 

Em “Hic et Nunc — PEN PALS (uma história de Towards Tomorrow)” o leitor é convidado a conhecer Nova York e os eventos do primeiro livro da série justamente pelo ponto de vista do irmão, o Dominic, e da melhor amiga, a Plia, do casal principal. Mas se engana quem pensa que esse será mais um livro ao estilo de “Grey” — mesmíssima história contada sob a ótica dele e tantos anos depois —, pois a autora nos oferece um insight mais detalhado acerca dessas duas personagens tão carismáticas e tão importantes para a trama, ao que também nos provoca com premissas clássicas como “conhecimento é poder” e “toda história tem dois lados”. Confira a sinopse:

— Nova York. — Digo de súbito e surpreendendo a nós duas. O tópico de conversa girava em torno do almoço…

— O que é que tem Nova York? — Ayura me pergunta da varanda, onde está compenetrada com a nova edição da Vogue.

[…]

— O que acha de irmos para Nova York?

— Você quer ver a decoração de Natal? — Ela me pergunta sem tirar os olhos da revista. — Ou só quer um closet novo?

— Não, Ay. Estou falando de irmos para lá mesmo.

E se…

… o desejo não tivesse sido unilateral?

… os caminhos tivessem se cruzado anos antes, em mais de um momento, um lugar?

… a Plia e o Dominic tivessem se envolvido muito antes de Ayura sequer tomar conhecimento da existência de Adam Keller?

… nada for o que parece?

Se você é fã da série e já leu “Towards Tomorrow — Origens” e “Towards Tomorrow — Culpas”, não deixe de aproveitar essa leitura! Ela contém peças importantes para a continuação, “Towards Tomorrow — Tramas”, cujo lançamento está previsto para o primeiro trimestre de 2019.

 

 

 

Já em “Notre-Dame — um beijo da lua”, Elena e Reign estão de volta em cena e precisam lidar com o peso de seu segredo, assim como seu real significado. Não bastasse isso — a relação conturbada e não mais lírica e platônica que precisarão enfrentar —, a morte de Ivy desencadeará cochichos mais eloquentes nas ruas de Paris, o que forçará um e outro coadjuvantes a se reposicionarem na trama e, direta ou indiretamente, determinarem um prazo para Reign poder se libertar da maldição que acomete sua família por gerações. Confira a sinopse:

 

Boatos e histórias sobre a Catedral de Notre-Dame e suas criaturas, as famosas gárgulas e quimeras, rondam as ruas de Paris por gerações. Nos últimos tempos, então…

Quando mais um corpo é descoberto no local dessa vez na própria Catedral e em relativo pouco tempo , Reign passa a correr sério risco de ser incriminado por um novo assassinato que não cometeu.

Cabe, então, a Elena retribuir o favor e a ajuda antes prestada pelo filho da lua, ele, afinal, a ajudou a desmascarar o verdadeiro culpado pela morte de seu irmão, Silver a fim de não permitir que Paris e o mundo o sentenciem injustamente e, pior!, o descubram no alto da Torre Norte, descubram seu segredo.

Enquanto isso, ela é, ainda, a única que pode tentar encontrar meios para ajudar o herdeiro dos Moon a se libertar de maldição e sina tão cruéis.

Se você gostou do primeiro volume da série, “Notre-Dame — uma cruz no coração”, então não perca este! O terceiro e último volume da trilogia, “Notre-Dame — adeus, Paris”, tem lançamento previsto para o primeiro semestre do ano que vem!

 

E, se você quiser garantir a sua versão impressa, envie um e-mail para hello@carolinabeatriz.com !

 

 


*trilha sonora do vídeo Little, happy tune (Cabled_Mess) encontradas em freesound.org